Como ampliar seu potencial

O desafio do Gerente de Projetos

Existe um termo em inglês conhecido por “VUCA”, abreviatura de “vulnerable, uncertain, complex & ambiguous”, que expressa muito bem os dias atuais: vulnerável, incerto, complexo e ambíguo. Gerentes de projeto estão atuando em ambientes cada vez mais complexos e ambíguos onde patrocinadores estão sendo demandados para atuação em vários projetos simultaneamente, as áreas de negócio estão envolvidas nas suas rotinas operacionais dividindo sua atenção com suas atividades em projetos, equipes são recursos escassos e novas tecnologias surgem diariamente desafiando as empresas a inovar.

Neste cenário o gerente de projeto, que precisa ser hábil para gerenciar prazos, custo e escopo, depara-se com o desafio de desenvolver outras habilidades como motivar a equipe, escutar ativamente, influenciar partes interessadas e trabalhar em grupos com interesses diferentes buscando soluções ganha-ganha.

Independentemente de sua experiência ou treinamento, sempre há novas fronteiras a desvendar, existe no mercado  um conjunto de serviços para apoiar o gerente de projetos e ajuda-lo a superar seus desafios: coaching, mentoring, aconselhamento, consultorias, e assim vai.

Conceituando

Observa-se muitos entendimentos diferentes sobre o que é coaching, mentoring, aconselhamento, consultoria e outros serviços prestados para apoiar pessoas no seu desenvolvimento. Para ficarmos alinhados, tomo a liberdade de conceituar alguns destes nomes.

Se você não sabe fazer um plano de projeto ou montar um cronograma, talvez o melhor caminho seja um treinamento. (Buscar alguém que irá ensina-lo numa classe, sobre como desenvolver uma técnica ou adquirir um novo conhecimento)

Se você fez um plano de projeto, ou está na execução e gostaria de alguém para revisar a qualidade do trabalho que está fazendo, uma possibilidade seria uma consultoria de “quality assurance” ou aconselhamento. (Encontrar alguém que irá olhar o conteúdo dos materiais que você desenvolveu e fazer um diagnóstico)

Se você precisa alguém para discutir alternativas e caminhos para encaminhamento das questões do seu projeto, um mentor poderia ser um ótimo apoio para você. (Uma pessoa com experiência na área de conhecimento, no caso projetos, que pode contribuir com outras visões para facilitar suas escolhas e decisões)

Se você enfrenta desafios de comunicação com sua equipe, conflitos com stakeholders, quer aprimorar suas habilidades de liderança e comunicação o apoio de um coach seria útil para você.  (Alguém que irá ouvi-lo e ajuda-lo através de perguntas, permitindo que você encontre as suas respostas e expanda sua zona de aprendizado)

Detalhando um pouco mais cada tipo de serviço:

Coaching:

Coaching – de acordo com a ICF (Internacional Coach Federation) é definido como “parceria com clientes em um processo provocativo e criativo que os inspiram a maximizar seu potencial pessoal e profissional”.  Um coach não necessita ter experiência na área de atuação de seu cliente e tão pouco aconselhar ou dar soluções para seus problemas ou orientações de carreira.

O pressuposto do processo de coaching é que o cliente tem a capacidade de encontrar as respostas e soluções para seus dilemas, o que ele necessita é de um profissional preparado, que o auxilie através de questionamentos a ter maior consciência de suas potencialidades e assim empoderar-se das próprias respostas, agindo e incorporando-as de forma efetiva e contínua.

Qual a diferença entre coaching e treinamento?

O treinamento é o processo de adquirir habilidades ou conhecimentos por meio de estudo, experiência ou ensino. O treinador, por definição, é o especialista e o treinamento provavelmente se focará em habilidades específicas para resultados imediatos. Além disso, o treinamento possivelmente funciona na base de “um para muitos”, mais que “um para um”. Em um sentido mais amplo, coaching pode ser considerado treinamento, mas novamente a diferença reside no fato de que o coach não oferece respostas, soluções ou conhecimento pronto. O cliente é quem tem as respostas, e não o coach.

Mentoring:

Mentoring é a atividade exercida por um profissional experiente, que compartilha seus conhecimentos e vivências em uma determinada área de conhecimento com seu mentorando. Trata-se de uma poderosa ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional para quem busca crescimento e novos horizontes.

Aconselhamento:

É uma atividade pontual exercida por um profissional contratado para ajudar a mapear ou diagnosticar uma situação ou problema, fornecendo uma avaliação independente, apoiando na tomada de decisões.

Consultoria:

Um consultor é um especialista contratado para avaliar, diagnosticar, propor soluções e até implementa-las dentro de uma determinada área de conhecimento. Dentro de um projeto consultores podem atuar na elaboração de planos de projeto, desenho de requisitos, controle de projetos, administração da base de conhecimento de projetos, estruturação de PMO, construção e desenvolvimento de planos de comunicação, entre outros. A grande diferença entre consultores e coaches é que os primeiros fornecem respostas ao passo que os segundos oferecem perguntas.

Eventualmente um mentor ou conselheiro pode usar técnicas de coaching, a necessidade e o acordo entre o profissional e o gerente de projetos irá determinar o caminho a seguir.

 

Se quiser saber como posso ajudá-lo veja o menu sobre.

Fatima Patz

Mediadora de conflitos, coach, consultora de desenvolvimento de equipes e lideranças

Co-autora do livro : Gerenciamento das Partes Interessadas – Como engajar as pessoas em seus projetos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *