22 de abril de 2018

Sobre

Facilitação de Diálogos, mediação de conflitos


“A existência de diferenças não é o problema. Trata-se de como as pessoas lidam com as diferenças e as vivenciam.” Friedrich Glasl.

O trabalho de mediação visa apoiar indivíduos ou grupos que estão em desacordo e não conseguem mais lidar sozinhos com as questões ou temas que debatem. Quando seus pensamentos estão fixos numa solução e as tentativas de diálogo levam sempre aos mesmos impasses deixando as relações de trabalho estão vulneráveis.

Planejamento do Projeto de Mudança Organizacional


Facilitação do processo de planejamento, com técnicas de gestão e incorporando a experiência em projetos de mudança.

Compreende:

  • Avaliar o cenário da mudança, seus objetivos e benefícios;
  • Clarificar as necessidades e senso de urgência para que ela aconteça;
  • Analisar as partes interessadas, envolvidas e afetadas dentro e fora da organização;
  • Diagnosticar a abrangência da mudança;
  • Construir uma estratégia de ação;
  • Desenvolver macro planos e diretrizes para condução do projeto de mudança.

Mentoring para a gestão do projeto


Apoio ao gestor e/ou equipe do projeto no fortalecimento de suas habilidades e competências técnicas, relacionamento interpessoal e gerenciais, auxiliando a olhar os pontos críticos de cada fase discutindo alternativas, aportando uma visão independente e neutra para análise e discussão de conflitos e dilemas.

Desenvolvimento de Equipes e Lideranças


A abordagem de desenvolvimento é vivencial a partir de workshops presenciais, fóruns de discussão, oficinas de trabalho, exercícios e práticas em grupo, seguidos de acompanhamento através de mentoring individual ou em grupo.

Os trabalhos são realizados “in company” ajustados de acordo com a necessidade do cliente. Veja detalhes sobre os temas:

Facilitação de Diálogos: Comunicação Interpessoal

Proporciona reflexão e vivencia de novas abordagens para lidar com as conversas difíceis e tensões no ambiente organizacional:

  • Mudando o paradigma de comunicação, criando campos de possibilidade;
  • Como lidar com mensagens negativas;
  • Transformando conflitos: lidando com conversas difíceis;
  • Fornecendo feedback e avaliação;
  • Trabalhando com o “não”: como receber e como falar;
  • Construindo um caminho para exercício do aprendizado;

Bases da Confiança: apoiando lideres em ambientes de mudança

Sem confiança lideres distanciam-se de suas equipes, organizações perdem produtividade e clientes, pessoas não contratam ou compram, perdem-se relacionamentos, reputação, lealdade, criatividade, receitas e resultados.

O que leva a confiar em alguém, em uma empresa ou em um líder? Confiança é uma crença em alguém ou algo supondo que fará o que é certo, entregará o que prometeu, será o mesmo independente das circunstâncias e pessoas.

A base da confiança é o relacionamento que se estabelecem entre as pessoas, que deve ser sustentado por ações consistentes com o que é comunicado. Aliam-se a inspiração que é gerada pela atitude, valores e propósitos envolvidos.

Confiança é uma árvore que tem seu tempo de crescimento,  precisa ser regada constantemente e em períodos de seca pode incendiar facilmente. Apresentamos 8 grandes troncos com ramos que são abordados dentro das dimensões de relacionamentos, ações e inspiração.

arvore pilares confiança 2.jpg - Copia


Fatima Patz

Possuo mais de 25 anos de experiência em cargos executivos e de liderança de equipes. Conduzi projetos estratégicos em diversas áreas de negócio.

Atualmente, atuo no desenvolvimento de equipes e lideranças com foco em facilitação de diálogos e construção de confiança. Realizo mediação de conflitos e tensões dentro dos diversos cenários do ambiente organizacional. Desenvolvo ações de preparação e sensibilização de áreas e equipes para mudanças organizacionais.

Realizo planejamento estratégico, gestão das partes interessadas e mentoring para projetos de gestão de mudanças organizacionais.

Participo de projetos sociais com enfoque em Comunicação não Violenta e atuo como mediadora e conciliadora de conflitos no CEJUSC – Jundiaí.

Sou graduada em Matemática pelo Centro Universitário Fundação Santo André, com especialização em Administração de Empresas pela FGV-SP, pós-graduada em Dinâmica dos Grupos pela Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos, Faculdade Fato. Formada em coaching pelo Instituto Ecosocial, mediadora de conflitos organizacionais pela Trigon – Ecosocial – IMO e mediadora de conflitos pelo Instituto D´Accord – CEBEPEJ – Open Mediação. PMP certificada desde 2004.

Co-autora do livro Gerenciamento das Partes Interessadas – Como engajar as pessoas em seus projetos.

foto reduzida